Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Água e Esgotos

Diretor-geral do Dmae participa de reunião da Cosmam

12/02/2019 18:44
Em reunião na Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara Municipal de Porto Alegre, o diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), Darcy Nunes dos Santos, afirmou que a solução definitiva para o problema da falta de água, principalmente na Lomba do Pinheiro, só ocorrerá quando for construída a nova Estação de Tratamento de Água Ponta do Arado. Ele ressaltou, no entanto, que o Governo Marchezan foi o que mais investiu no Dmae nos últimos anos, priorizando o Extremo Sul com um planejamento de obras que vem sendo executado dentro do cronograma estabelecido. A construção do novo sistema de abastecimento de água Ponta do Arado, no bairro Belém Novo, está orçado em R$ 280 milhões. 

O financiamento para a construção da nova estação, explicou o diretor-geral, está em fase de liberação pelo governo federal. Na semana passada, Darcy dos Santos esteve em Brasília, juntamente com a secretária de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, e com o secretário de Mobilidade Urbana e Infraestrutura, Luciano Marcoantônio. A expectativa é que o recurso seja liberado nos próximos meses. Segundo Darcy, se o financiamento sair ainda no primeiro semestre, o Governo deve licitar as obras até o final do ano. Depois, são necessários mais três anos e meio para a conclusão.

A Cosmam, presidida pelo vereador André Carús, abriu espaço para que o Dmae apresentasse nesta terça-feira, 12, à comunidade da região do Extremo Sul, as razões para a descontinuidade no fornecimento de água. Darcy dos Santos mostrou os dados dos investimentos feitos até o momento e as necessidades de cada região da cidade.

Investimento de R$ 70 milhões - O resultado de seis ações realizadas ao longo de 2017 e 2018 está minimizando os problemas de abastecimento nas regiões Leste e Extremo Sul, com destaque para o aumento da oferta de água com duas obras: a nova adutora Belém-Restinga de 6 km (diâmetro 1 metro), que entrou em operação no trecho entre a Estação de Tratamento de Água (ETA) Belém Novo e a Estrada Chapéu do Sol, aumentando a oferta de água; e a ampliação e qualificação do bombeamento Cristiano Fischer, que leva mais água para a zona Leste, nos bairros Agronomia e Lomba do Pinheiro.

Intermitências - Em áreas pontuais podem ocorrer por diversos fatores, portanto, o Dmae pede à população que utilize a água da forma mais racional durante o verão. Outro fator importante é o registro das ocorrências no 156, opção 2, para que o órgão seja informado e solucione o problema com mais agilidade.

Sistema Belém Novo - Com a chegada do verão, é normal que aumente o consumo de água, que, somado aos consertos rotineiros nas canalizações e eventuais faltas de energia, pode impactar no abastecimento regular, causando intermitência nas regiões Leste e Extremo Sul da cidade. O principal motivo é a capacidade do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) Belém Novo que está no limite, como o Dmae tem noticiado desde dezembro de 2017.

Participaram da reunião os vereadores Mauro Zacher, Claudio Conceição, Paulo Brum, Nelcir Tessaro, Aldacir Oliboni, Mauro Pinheiro, Paulinho Motorista, Karen Santos, Roberto Robaina, Hamilton Sossmeier e José Freitas,  além de lideranças e moradores da região.

Leia mais:
Solução para falta de água no Extremo Sul é a construção da ETA

 

Paulo Ricardo Fontoura e Aline Coelho

Fabiana Kloeckner