Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Comunicação Social

Artigo: Eficiência e gestão que geram resultados

15/05/2019 10:34

O governo do prefeito Nelson Marchezan Júnior economizou R$ 44,7 milhões nos dois primeiros anos de governo com o pagamento de cargos comissionados (CCs). Na administração direta e indireta, a redução foi de R$ 36,2 milhões. Nas três empresas do município, Carris, EPTC e Procempa, o gasto com CCs caiu R$ 8,5 milhões – quase 40%, de R$ 21,7 milhões, em 2015 e 2016, para R$ 13,3 milhões, em 2017 e 2018. A quantidade de CCs também encolheu. Em dezembro de 2016, havia 856 cargos comissionados. Atualmente, há 812 CCs na administração municipal – 5% menos do que o último ano da gestão anterior. 

A promessa de campanha do prefeito Marchezan de fazer uma economia de 8% com CCs estava vinculada à abertura de oito postos de saúde com horário estendido até as 22h. O compromisso está sendo rigorosamente cumprido! Quatro unidades de saúde já foram abertas nesse modelo. Outras quatro serão inauguradas ainda este ano. 

A redução de quase R$ 45 milhões em dois anos nos gastos com CCs se deve à profissionalização do processo seletivo do Banco de Talentos, um recrutamento inédito no País implementado ainda na transição de governo. Profissionais com larga experiência no mercado orientam a faixa salarial de acordo com o perfil da vaga e escolhem os candidatos conforme seus talentos e competências. Em 24 meses de atuação, o Banco de Talentos recebeu 15.534 currículos, entrevistou mais de 3 mil candidatos, garantiu a permanência de 100 servidores CCs da gestão anterior. 

O processo busca selecionar o perfil mais adequado para cada vaga, com uma remuneração condizente com a atividade a ser desempenhada. Na prática, há mais controle nas designações de regime de trabalho (dedicação exclusiva ou tempo integral). A opção pelo perfil técnico no preenchimento de um posto também resulta em uma rotatividade menor nos cargos comissionados. É assim, com respeito aos recursos públicos, transparência e busca permanente pela eficiência, que estamos fazendo uma cidade melhor de se viver.

Orestes de Andrade Jr
   Secretário de Comunicação


*Artigo originalmente publicado no jornal Zero Hora de 15 de maio de 2019.

 

Fabiana Kloeckner