Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Executivo

Contrato de concessão de rodovias federais gaúchas é assinado

11/01/2019 15:01
Eduardo Beleske/PMPA
EXECUTIVO
Prefeito Nelson Marchezan Júnior participou da cerimônia no Palácio Piratini

O prefeito Nelson Marchezan Júnior participou, no final da manhã desta sexta-feira, 11, da assinatura do contrato de concessão da chamada Rodovia de Integração Sul (RIS), que inclui as BRs 101, 290 ( trecho da Freeway), 386 (entre Canoas e Carazinho) e 448 (Rodovia do Parque), que passará a ser administrada pelo Grupo CCR. A cerimônia aconteceu no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini.

“Com as crises financeiras enfrentadas pelos governos, as concessões passam a ser alternativas para termos os investimentos necessários e oferecer serviços públicos de qualidade e não estatizados” observa o prefeito Marchezan. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirma que a assinatura do contrato representa salvar vidas, investimentos, redução de perdas e aumento do PIB. “Este processo começou no Governo anterior e está tendo sequência neste. Não podemos parar processos no meio do caminho, o Estado tem de estar acima de qualquer interesse. Nunca se discutiu tanto com a comunidade como neste contrato”, enfatiza. Os ministros da Cidadania, Osmar Terra, e da Secretaria de Governo, general-de-divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz, cumprem agenda no Estado e também participaram do ato. 

Grupo CCR
O ministro também anunciou que devem ser priorizadas a duplicação da BR-116 e a conclusão da nova ponte do Guaíba, além das obras do contorno de Pelotas e da travessia urbana de Santa Maria. A concessão foi homologada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres em novembro. A vencedora do leilão foi a Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR, que ofertou o maior desconto sobre a tarifa básica de pedágio, fechada em R$ 4,30. 

O investimento previsto é de R$ 13,4 bilhões pela concessionária durante os próximos 30 anos, período do contrato, que pode ser prorrogado por mais 10. O valor se divide em R$ 7,8 bilhões para obras, sendo a principal delas a duplicação de todo o trecho concedido da BR-386, e de R$ 5,6 bilhões em manutenção, conservação e monitoramento das rodovias. 

O governador Eduardo Leite encerrou o evento destacando a presença dos três ministros no Estado e a necessidade de enfrentar a crise. “Se o nosso Estado e o Governo federal não têm condições de fazer os investimentos necessários temos de colocar o pé no acelerador para fazermos as parcerias com a iniciativa privada, viabilizando os investimentos”, afirmou. 

O ato contou também com a presença do vice governador do Estado e secretário de Segurança, Ranolfo Vieira Júnior; do vice-prefeito de Porto Alegre, Gustavo Paim; da senadora, Ana Amélia Lemos; do deputado estadual, Maurício Dziedricki, representante da Assembleia Legislativa; de vários prefeitos e vice-prefeitos; dos secretários estaduais de Governança e Gestão Estratégica, Claudio Gastal, e dos Transportes, Juvir Costella; dos secretários municipais da Infraestrutura, Luciano Marcantônio, e de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi; do diretor-Geral da ANTT, Mário Rodrigues; do presidente do grupo CCR Leonardo Vianna; do presidente da CCR Lam Vias, Ricardo Castanheira, e do diretor-presidente da EPL, Jorge Bastos, entre outras autoridades.

 

  

 

Fabiana Kloeckner