Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Meio Ambiente e Sustentabilidade

Plano Diretor de Porto Alegre é discutido na Semana do Clima

22/08/2019 10:27
Saulo Brandão / ICLEI América do Sul
MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE
Atualização do Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa está em debate

A revisão do Plano Diretor de Porto Alegre, que irá contemplar os 17 Objetos de Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas (ONU), foi tratada em apresentação durante a Semana do Clima da América Latina e do Caribe, que ocorre em Salvador ao longo de toda a semana. O tema foi abordado durante o Workshop Nacional Urban LEDS II, promovido pelo Iclei - Governos Locais pela Sustentabilidade, pela Fundação Konrad Adenauer e pelo Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (CB27). 

A coordenadora da Unidade de Educação Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), Cibele Carneiro, destacou que está sendo analisada a possibilidade de atualizar o Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) como um dos produtos do Plano Diretor. “As cidades precisam acelerar o desenvolvimento de baixo carbono, como prevê o Acordo de Paris, e Porto Alegre tem essa oportunidade. Trabalhar esta ferramenta de gestão, que é o inventário, dentro do Plano Diretor é uma proposta inovadora e que vai ao encontro do ODS 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima.” 

Cibele relata que algumas capitais revisaram recentemente seus planos diretores. “Belo Horizonte acolheu as diretrizes dos ODS e o Rio de Janeiro incluiu a Política Climática. Porém, a integração do inventário de emissões de GEE com o Plano Diretor e os ODS ainda não foi feita por nenhuma capital brasileira até o momento.” Segundo a coordenadora, a intenção de Porto Alegre chamou a atenção de outras capitais. “Recife, que está com o projeto do Plano Diretor tramitando na Câmara, quer propor a integração. Fortaleza, que iniciou a revisão há pouco, também colocará o tema em pauta. E o Rio quer acompanhar nosso trabalho,”, exemplifica.

 

Guilherme Sampaio

Taís Dimer Dihl