Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Meio Ambiente e Sustentabilidade

Smams resgata papagaio de cativeiro na Capital

12/07/2019 18:41
Sérgio Louruz/SMAMS PMPA
MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE
Ave foi levada ao Ibama e, depois de reabilitada, será solta na região Norte do Brasil

Técnicos da Equipe de Fauna Silvestre da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) resgataram, na tarde desta sexta-feira, 12, um papagaio da espécie Amazona aestiva, no bairro Três Figueiras. Conforme a bióloga da Smams, Soraya Ribeiro, o papagaio estava com as asas cortadas e não possuía anilha, características que demonstram tratar-se de posse ilegal.

“Levamos a ave ao Instituto Nacional do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que desenvolve um projeto de reabilitação, para posteriormente soltá-lo na região Norte do Brasil, área de ocorrência natural da espécie”, explica.

A ave, conhecida como papagaio-verdadeiro, não é nativa do Rio Grande do Sul e foi introduzida a partir dos anos 1980, quando passou a ser indevidamente comercializada como animal de estimação devido à capacidade de repetir o que ouve dos donos. O papagaio-verdadeiro é uma ave verde, com cerca de 38 centímetros de comprimento e aproximadamente 400 gramas. É uma das espécies mais inteligentes de ave do planeta. Sua expectativa de vida é de 80 anos.  

Legislação - A Lei Federal 5.197/1967, de proteção à fauna, atribui a propriedade de animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento e que vivem naturalmente fora do cativeiro constituindo a fauna silvestre, ao Estado, assim como os seus ninhos, abrigos e criadouros naturais. A anilha é um tipo de anel que identifica o criador.

  

 

Aline Czarnobay

Rui Felten