Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Cultura

Artigo: Carnaval para todos

07/03/2019 19:57

Todos sabem das dificuldades financeiras que a Prefeitura de Porto Alegre enfrenta, o que a impede de repassar recursos para o Carnaval. Mas, mesmo diante do grave cenário econômico, o município conseguiu elaborar um formato inédito para garantir a realização da festa nas ruas da cidade. Foram meses de trabalho e união de esforços para se chegar a um formato que atendesse à expectativa dos foliões, mas também respeitasse as exigências judiciais e a segurança dos moradores. 

O calendário na Cidade Baixa foi decidido a partir de um acordo firmado entre a prefeitura e o Ministério Público, com a participação de associações de moradores, comerciantes e a Liga das Entidades Burlescas da Cidade Baixa. Nos dois dias, sábado e terça-feira, em que a folia ocorreu de forma organizada pelo poder público, não foram registradas badernas ou confusões generalizadas. 
 
Os lamentáveis casos de depredação das madrugadas de domingo e segunda-feira não podem manchar uma festa tão bonita e popular. Esses atos, inclusive, têm se repetido ao longo do ano. As pessoas que ocuparam o espaço público de forma irresponsável, para praticar atos de vandalismo, não representam o povo do Carnaval. O fato de não ter atividades nestes dias não serve de justificativa para o que se viu nas ruas do bairro.
 
Essa foi a pela primeira vez que o Município lançou um edital com regras, caderno de encargos e realizou um Pregão Eletrônico para a promoção do Carnaval. Para 2020, vamos aperfeiçoar e incluir a obrigatoriedade de que a empresa vencedora garanta atividades nos quatro dias de festa. Também vamos seguir valorizando as comunidades que vivem mais afastadas da área central. Este ano ocorreu a retomada do Carnaval Comunitário, com festas descentralizadas em oito diferentes regiões da cidade. 
 
Para o futuro, a sugestão é de que o Carnaval de Rua ocorra na sua maioria na Orla do Guaíba. Vamos dar opções aos blocos para que percebam a superioridade do espaço em relação à Cidade Baixa. O Carnaval é do povo e é para ele que a administração pública municipal deve trabalhar.
 

Leonardo Maricato
Secretário-Adjunto da Cultura de Porto Alegre

 *Artigo originalmente publicado no jornal Zero Hora em 6 de março

 

Gilmar Martins