Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Assistência Social e Cidadania

Abrigo de Famílias: último dia para credenciamento de instituições

26/07/2019 08:30
Joel Vargas/PMPA
EXECUTIVO
Ambiente deve assegurar espaço de moradia e atendimento por equipe técnica

A Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) prorrogou o prazo até esta sexta-feira, 26, às 16h, para a entrega dos documentos previstos no projeto técnico em envelope lacrado, que visa à seleção de Organizações da Sociedade Civil para gestão do Abrigo de Famílias. A publicação está em edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre

O local, previsto para inauguração em setembro de 2019, vai oferecer serviço de acolhimento institucional e receberá até cinco famílias, no total de 20 pessoas (entre crianças e adultos). A Fasc publicou, no Diário Oficial do dia 12/07/2019, página 31, o credenciamento de Organizações da Sociedade Civil que atuam na área da assistência social e têm experiência no atendimento a famílias em vulnerabilidade social. A parceria, com dispensa de chamamento público, para a prestação do serviço de abrigo de famílias deverá seguir as orientações expostas no projeto técnico publicado no Dopa. Nesse espaço é ofertado acolhimento 24 horas de forma ininterrupta, para famílias em situação de vulnerabilidade e risco social da cidade de Porto Alegre.

As organizações interessadas deverão apresentar até sexta-feira, 26, às 16h, os documentos previstos no projeto técnico em envelope lacrado, a ser entregue na avenida Ipiranga, nº 310, Porto Alegre, na Coordenação de Gestão de Convênios, 3º andar, no horário das 10h às 12h e das 14h às 16h.

De acordo com a presidente da Fasc, Vera Ponzio, a parceria com organizações da sociedade civil agregam em qualidade no atendimento e nas necessidades de infraestrutura dos serviços de acolhimento institucional.

O abrigo será em local adaptado, com ambiente que assegure espaço de moradia para famílias em situação de vulnerabilidade social, composta por equipe técnica e metodologia adequadas para prestar atendimento, proporcionando cuidado e atenção às necessidades individuais e coletivas e articulação com a rede de serviços.

  

 

Mariana Caldieraro

Taís Dimer Dihl