Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Educação

Programa Start.edu seleciona 11 soluções inovadoras de startups

27/09/2018 14:33
Manoelle Duarte / Divulgação PMPA
educação
Testes acontecerão em 2019, mediante assinatura de acordo de cooperação

Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) publicou nesta quinta-feira, 27, as startups selecionadas pelo Start.edu, o programa da Secretaria Municipal de Educação (Smed) criado para encontrar soluções inovadoras para serem desenvolvidas junto às redes estatal e comunitária de ensino. Onze empresas foram selecionadas e, antes da convocação para os testes, participarão de um pitch (apresentação direta) das soluções. Os testes deverão ocorrer em 2019, mediante assinatura de acordo de cooperação técnica.

As habilitadas apresentaram os documentos de acordo com o Edital de Chamamento Público 05/2018 e tiveram suas soluções analisadas pela comissão de seleção, formada por representantes da Smed, da Aliança para a Inovação de Porto Alegre, da Associação Gaúcha de Startups (AGS), do Sistema de Habitats de Inovação - poa.hub da prefeitura, da empresa NoOne e da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). A Smed recebeu a inscrição de 28 startups interessadas em participar.

pitch deverá ser realizado no Paço Municipal, em data ainda a ser definida. Os finalistas farão apresentações de cinco minutos, e as empresas terão outros cinco minutos para responder as perguntas formuladas pela comissão de seleção. Após o evento, a Comissão de Seleção irá formalizar sua análise em relatório e divulgar o resultado do chamamento público, no qual serão indicados os selecionados e respectivas soluções inovadoras sugeridas para teste pela prefeitura. Os selecionados serão então chamados para um workshop com o objetivo de alinhar os objetivos, cronograma e parâmetros para o teste.

“O resultado foi acima do esperado, startups de diferentes lugares do Brasil foram selecionadas e estão bem divididas entre os três eixos propostos no edital”, comemora o diretor de Parcerias da Smed, Paulo Ardenghi. O edital propôs 20 desafios para os quais os empreendedores apresentaram suas soluções, alocadas em três dimensões: Promoção da Aprendizagem, Gestão Escolar e Gestão das Aulas e Melhoria dos Serviços Públicos na Educação. A participação foi aberta a pessoas jurídicas de direito privado conceituadas como startups e inscritas no CNPJ/MF há mais de um ano a contar da publicação do edital. “A busca por essas soluções vem ao encontro da necessidade da gestão de encontrar novas soluções na escala e no tempo que a administração precisa”, completa o secretário municipal de Educação, Adriano Naves de Brito. “O sucesso desta iniciativa se deve muito à parceria da Aliança para Inovação de Porto Alegre”, acrescenta. A Aliança é formada por Universidade Federal do Rio grande do Sul (Ufrgs), Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

O programa não prevê transferência de recursos. Como contrapartida, as startups que tiverem suas propostas selecionadas poderão usufruir de espaços para testar as soluções. Dessa forma, as universidades, parques tecnológicas e incubadoras agregarão sua infraestrutura e expertise na implementação, acompanhamento e mensuração dos resultados.

O Start.Edu foi lançado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior no dia 7 de agosto, no Crialab - Tecnopuc, juntamente com o secretário Adriano Naves de Brito.

Leia mais: Prefeito lança desafio para inovação no Tecnopuc

Denise Righi