Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Parcerias Estratégicas

Definido consórcio vencedor que fará estudo de PPP do saneamento

06/09/2019 15:17

Após o leilão da iluminação pública, Porto Alegre dá mais um passo importante para oferecer serviços públicos de qualidade. Agora, é a vez da PPP do saneamento básico, que foi objeto de um pregão eletrônico realizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nesta sexta-feira, 6. O consórcio formado pelas empresas Hidroconsult, Houer e Machado Meyer apresentou proposta de R$ 1,67 milhão e venceu a concorrência para iniciar os estudos para a estruturação do projeto.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior comemora mais esse avanço e reforça que a desestatização é o caminho para melhorar a eficiência dos serviços e dar fôlego aos cofres públicos. Ele explica que a parceria com o BNDES define as consultorias no mesmo modelo do que foi feito com a iluminação pública. “É inaceitável que mais de 200 mil porto-alegrenses sofram no verão com falta de água. Além disso, 45% do esgoto da cidade não é tratado”, afirma.

O próximo passo será uma avaliação e homologação do resultado. Caso for confirmado o consórcio vencedor, os trabalhos começam e serão acompanhados e supervisionados pela Secretaria Municipal de Parcerias Estratégicas (SMPE), em conjunto com outros órgãos setoriais municipais. O secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro, ressalta a importância do pregão. “Esse processo marca o pontapé inicial de um dos projetos estruturantes mais relevantes para a infraestrutura de Porto Alegre. Depois do sucesso na modelagem da iluminação pública, nada mais adequado do que repetir a parceria com o BNDES para trazer uma solução eficaz a outro setor essencial para a qualidade de vida do cidadão, o saneamento básico, buscando antecipar a universalização de todos os serviços de água e esgoto municipais”, afirma.

Rede - Porto Alegre possui, hoje, uma rede de esgoto de 2.015 km, 90% dos quais com atendimento de coleta de esgoto. A rede possui dez estações de tratamento de esgoto (ETEs) e 29 de bombeamento de esgoto (EBEs). Em relação à rede de água, Porto Alegre tem uma extensão de 4.163 km, que equivale ao atendimento de 100% da população.

 

Aline Rimolo

Fabiana Kloeckner