Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Saúde

Abril Verde alerta para prevenção a acidentes de trabalho

13/04/2019 08:31
: Ayesha Lebed / Divulgação PMPA
Dados apontam um acidente de trabalho a cada 48 segundos, no país, com uma vítima fatal a cada 3 horas
Dados apontam um acidente de trabalho a cada 48 segundos, no país, com uma vítima fatal a cada 3 horas

Abril é o mês que, em todo país, são realizadas ações para sensibilizar a sociedade sobre a importância do investimento em prevenção de acidentes e de adoecimento no trabalho, assim como a necessidade de notificação dos casos.

Neste ano, o mote da campanha do “Abril Verde” é “gerir riscos, prevenir acidentes, promover saúde no trabalho”. A promoção conjunta reúne o Ministério Público do Trabalho do RS (MPT) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS), entre outros parceiros.

Estão previstos, ao longo do mês, iluminação verde em locais estratégicos da cidade, evento informativo no Largo Glenio Peres, campanha publicitária volante em ônibus (busdoor), além de exposição de um laço inflável verde em diferentes locais.

Prédios e estruturas já contam com iluminação verde, como a Ponte do Guaíba, que permanecerá com a cor até o final do mês. Entre segunda-feira, 15, e o final de abril, a área externa da Arena do Grêmio também ficará iluminada em verde, o que acontecerá no estádio Beira-Rio no dia 28.

Também na segunda-feira tem início a campanha informativa com anúncios na traseira de ônibus em 50 veículos da frota municipal. A campanha é voltada inicialmente aos públicos mais atingidos pelos acidentes de trabalho na capital: motoboys (em acidentes de trânsito) e trabalhadores da construção civil (em quedas de altura). A campanha deve se estender até o segundo semestre.

O inflável do laço verde, símbolo da campanha, está sendo instalado de forma volante. De sábado, 13, a 19, em serviços do sistema S (Sesc, Sesi e Senac). De 20 a 23, na Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) do Ministério da Economia, de 24 a 26, no TRT, em 29, no Hospital de Hospital de Pronto Socorro (HPS).

Dia 30, haverá o ponto alto da programação: O Dia de orientação e informação à população, no Largo Glenio Peres, quando técnicos do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador da SMS (Cerest) de Porto Alegre e órgãos parceiros farão treinamentos, simulações e explicarão ao público aspectos de gestão de risco no trabalho, pela manhã e à tarde.

Servidores - No mesmo dia, das 14h30 às 16h30, o Cerest realiza, em parceria com a Escola de Gestão Pública, curso na EGP destinado exclusivamente a servidores da prefeitura de Porto Alegre. Com o tema “Transtornos Mentais relacionados ao Trabalho”, a capacitação ministrada pela psicóloga do Cerest Monica Kranen responderá questões como O que são/ Como identificar? Como tratar? Como prevenir? Quais os encaminhamentos na prefeitura?. As inscrições devem ser feitas pelo sistema Ergon (77/2019), com inscrições a partir de terça-feira, 16.

Abril Verde - Dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, Smartlab de Trabalho Decente do MPT – OIT, demonstram a ocorrência de um acidente de trabalho a cada 48 segundos, no país, com uma vítima fatal a cada 3 horas. De janeiro de 2018 até 29 de março de 2019, foram mais de 802 mil acidentes de trabalho registrados, resultando em pelo menos 2.995 mortes. 

A coordenadora do Cerest, Fabiana Hermes, destaca que em 2017 e 2018, após melhorias nos sistemas de informação da saúde, foram identificados 10.948 acidentes de trabalho, um aumento de 13,19% em relação a 2016. “Agora, melhor identificados, os acidentes de trabalho caracterizados como graves aumentaram 230,16%”, enfatiza a técnica.  

Sobre o perfil dos casos de acidentes graves, 77,44% são trabalhadores do sexo masculino, de 20 a 29 anos. Nos acidentes graves típicos (acidente que ocorre durante a execução do trabalho), os pedreiros e os motofretistas foram os profissionais que mais se acidentaram durante trabalhos em altura e tráfego em vias públicas respectivamente.

“Os dados mostram que a rede emergencial de Porto Alegre está mais atenta na identificação dos acidentes e correlação com o trabalho. Com a criação de marcadores, a vigilância rastreia e investiga os casos graves, visando prevenir novas ocorrências”, enfatiza.

O mês de abril foi escolhido para a realização do movimento “Abril Verde” por duas datas, 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, e 28 de abril, Dia Internacional em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho.

 


Acidente de trabalho é todo evento ocorrido, durante o exercício do cargo, que tenha contribuído diretamente para o agravo à saúde do trabalhador.
 
Acidente de trajeto também é considerado acidente de trabalho, quando ocorre no percurso HABITUAL, em via pública, da residência para o local de trabalho ou vice-versa.

Doença profissional e do trabalho São as enfermidades cujas causas estão ligadas diretamente com as atividades exercidas pelos trabalhadores, ou seja, foram produzidas ou desencadeadas pelo trabalho. Tais doenças equivalem-se, para todos os efeitos, ao acidente de trabalho. 
 
Por que devemos registrar o acidente?
Apenas com o registro de todos os acidentes de trabalho, a saúde pode contribuir para a decisão sobre as melhores formas de intervenção, visando a solução de um problema de saúde coletivo, que se reflete diretamente na saúde trabalhador. 

 

Patrícia Coelho

Andrea Brasil