Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Saúde

Copa América: Saúde enfatiza importância da vacinação

11/06/2019 08:40
Luciano Lanes/PMPA
SAÚDE
Postos oferecem vacinas contra doenças como sarampo, rubéola e caxumba

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Equipe de Vigilância de Doenças Transmissíveis e do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do município, emitiu Nota Informativa nesta segunda-feira, 10, sobre a importância da atualização do calendário vacinal em virtude da realização da Copa América 2019 no Brasil.

O evento esportivo ocorrerá entre 14 de junho e 7 de julho, provocando aumento na circulação de pessoas provenientes de outros países em todas as cidades-sede do torneio (Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador). Em Porto Alegre, os jogos serão realizados na Arena do Grêmio, sendo três partidas da fase de grupos (dias 15/6: Venezuela x Peru; 20/6: Uruguai x Japão; e 23/6: Catar x Argentina), uma das quartas de final dia 27/6 e uma semifinal dia 3/7). A capital gaúcha poderá receber delegações e turistas da Venezuela, Peru, Uruguai, Japão, Catar, Argentina, além de Bolívia, Colômbia, Paraguai, Equador e Chile, dependendo da classificação no torneio.

Documentos recentes da Organização Mundial de Saúde e da Organização Panamericana de Saúde relatam casos de doenças como sarampo, rubéola, difteria, malária, dengue e influenza nesses países e algumas delas mesmo no Brasil. “Por isso, lembramos aos profissionais de saúde que tenham o máximo de atenção no atendimento a pacientes procedentes desses países que apresentarem quadros clínicos compatíveis com essas doenças, o mesmo acontecendo para moradores de outros estados e de Porto Alegre, em especial trabalhadores do ramo do turismo, de hotéis, transportes e da Arena do Grêmio”, destaca o gerente da Unidade de Vigilância Epidemiológica da SMS, médico Juarez Cunha.

O médico lembra ainda que as 140 unidades da rede municipal de saúde oferecem, no calendário de rotina, vacinas contra algumas dessas doenças: sarampo, rubéola e caxumba (Tríplice Viral), disponível até os 49 anos, difteria (vacina Duplo Adulto – dT), disponível para adolescentes, adultos e idosos e influenza, disponível para todas faixas etárias até o final dos estoques. No caso da influenza, a vacinação está disponível nos seguintes locais: unidades de saúde Modelo (8h às 22h), Santa Marta, Santa Cecília (8h às 17h), Vila dos Comerciários (8h às 17h), Bom Jesus (8h às 17h), Rubem Berta (8h às 17h), Ramos (8h às 22h), IAPI (8h às 17h), São Carlos (8h às 22h), Panorama (8h às 17h), Restinga e Belém Novo (8h às 17h), Clínica da Família (8h às 20h) e Tristeza (8h às 22h).

Os quadros clínicos compatíveis com essas doenças são os seguintes:

Sarampo - Todo indivíduo que, independente da idade e situação vacinal, apresentar febre e exantema maculopapular, acompanhados de um ou mais dos seguintes sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite.

Rubéola - Todo o indivíduo que, independente da idade e situação vacinal, apresentar febre e erupções vermelhas na pele. As manchas costumam surgir na face e atrás da orelha, antes de se espalharem pelo corpo todo.

Difteria - Toda pessoa que, independente da idade e estado vacinal, apresenta quadro agudo de infecção da orofaringe, com presença de placas aderentes ocupando as amígdalas, com ou sem invasão de outras áreas da faringe (palato e úvula), ou outras localizações (ocular, nasal, vaginal, pele, etc), com comprometimento do estado geral e febre moderada.

Malária - Toda pessoa residente ou que tenha se deslocado para área onde haja transmissão de malária, no período de 8 a 30 dias anterior à data dos primeiros sintomas, e que apresente febre acompanhada ou não dos seguintes sintomas: cefaleia, calafrios, sudorese, cansaço, mialgia; ou toda pessoa testada para malária durante investigação.

Dengue - Febre entre 2 e 7 dias, acompanhada de dois dos ou mais da seguintes manifestações: cefaleia, dor retro-orbital, mialgia, artralgia, exantema, náuseas, vômitos, petéquias, prova do laço positiva, e leucopenia.

Influenza - Indivíduo que apresente febre de início súbito, mesmo que referida, acompanhada de tosse ou dor de garganta e pelo menos um dos seguintes sintomas: cefaleia, mialgia ou artralgia, na ausência de outro diagnóstico específico (atendimento ambulatorial).

  

 

Patrícia Coelho

Taís Dimer Dihl

Acompanhe a prefeitura nas redes